Programador é publicitário? Qual o seu valor na agência?

Um dia eu estava na escola técnica e conversado com um “calouro”, que era mais velho que eu e tivemos o seguinte diálogo, sobre eu ser “programador”:

Ele: Você trabalha em agência?

Eu: Sim!

Ele: Você faz o que?

Eu: Eu programo!

Ele: Ah! Então você é programador, não publicitário!

Desde então fiquei sempre com esse questionamento em minha cabeça. Se eu trabalho em uma agência de publicidade, eu sou publicitário?

Se você trabalha em uma agência de publicidade, mas é programador. Você é um publicitário ou programador? Seu valor é maior, menor que o dos “criativos”?

Hoje sou formado em Publicidade e Propaganda, na teoria oficialmente um publicitário, mas ainda programo. Nesse caso, sou programador ou publicitário? As Agências empregam muitos desenvolvedores, ousaria dizer até que toda agência tem um desenvolvedor. Elas valorizam muito seus designers e diretores de criação, pois eles criam conceitos, se comunicam através de imagens com as pessoas. Porém para fazer uma rede social como o facebook, o programador não teve de ser criativo? Criar aplicativos vendo oportunidades de mercado não é uma criatividade, não é planejamento?

Acredito que quando você passa a trabalhar no mercado de publicidade, você é um publicitário. Seja atendimento, criação, planejamento,  mídia ou programador.

Quando converso com pessoas que trabalham no mercado, a visão que eles tem do programador é algo estereotipado mais ou menos igual a essa imagem:

Imagem ilustrativa de um esteriótipo de programador

Devemos parar de nos enxergar como neandertals e acabar com esteriótipos!

A deificação do dicionário de publicitário é:

O publicitário é contratado para comunicar a imagem de seus clientes, através de estratégias elaboradas sobre técnicas e pesquisas.

Hoje com o mundo se tornando cada vez mais tecnológico, o cliente tem que divulgar sua imagem na internet, logo ele utilizará tecnologia, sendo assim os grandes novos criativos são os programadores. Além disso os próprios “publicitários” utilizam ferramentas criadas por programadores, porém para que a ferramenta seja criada o programador teve de desenvolver em cima da ideia em cima, da lógica do negócio, ele nada mais fez do que automatizar um trabalho que era manual antes, muito provavelmente.

A programação nada mais é que mais uma ferramenta da publicidade, igual a criação ou redação, então sim, você programador também pode ser publicitário e com toda certeza você é incrivelmente criativo.

Seguem alguns arrobas que são mega criativos para vocês seguirem: @bernarddeluna@zenorocha@diegoeis e @marcogomes

publicado
Categorizado como Tecnologia

Por killuawax

25 anos, programador e publicitário.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *